Por Givanilson L. Góes

Quem olha para o céu todas as noites, pelo menos aqueles que são mais curiosos, já devem ter notado que a nossa Lua apresenta sempre a mesma face virada para a Terra.

A mesma face da Lua sempre está voltada para a Terra.

Para entender porque isso ocorre é necessário saber que a Lua, assim como a Terra e os outros planetas possui dois tipos de movimentos: um de translação (movimento em torno do nosso planeta) e um de rotação (movimento que a Lua faz em torno de seu próprio eixo). Além disso, a atração que a Lua exerce sobre a Terra produz um fenômeno conhecido como “efeito maré” que afeta os nossos oceanos. Entretanto a Terra também exerce o efeito maré sobre a Lua, e como por lá não existem oceanos, todo o satélite sofre com esse efeito, deixando-o ligeiramente oval e interferindo no seu movimento de rotação.

Nos primórdios da sua formação, a Lua tinha um movimento de rotação inferior ao de translação. Mas, por sofrer continuamente com o efeito maré provocado pela presença da Terra, o seu período de rotação foi aumentando até chegar ao patamar encontrado hoje, coincidindo com o movimento de translação, que é de 27 dias e 8 horas. Por esse motivo, quem está observando a Lua daqui da Terra tem a impressão de que ela está parada.

Tags: